terça-feira, 20 de outubro de 2015

Star Wars - O Despertar da Força || Trailer, Comentários e Teorias





Matheus R. B. Hentschke

Nunca antes um jogo da NFL (a liga de futebol americana) teve tanta audiência como ontem. Obviamente, assim como eu, muitos fãs de Star Wars não aguentaram esperar até ao dia seguinte para ver o trailer final de Star Wars - O Despertar da Força e tiveram de resistir bravamente até a 00:10 para ver um trailer emocionante e nostálgico ao mesmo tempo. Parabéns a todos os Rebeldes que resistiram. Agora, o CriticPop fará uma análise detalhada do trailer e irá expor algumas teorias mais interessantes que surgiram nos últimos tempos acerca do enredo do Episódio VII. Confira o Trailer:




ALERTA DE SPOILERS!

O trailer começa com a personagem Rey (Daisy Ridley) andando no que parece ser um Destroyer, nave imperial, desativado, como visto no primeiro teaser que mostra o planeta Jakku e uma nave ao fundo. Logo após, Rey e seu androide BB-8 aparecem caminhando no deserto de Jakku e há uma voz que pergunta: “quem é você? ”, ao que parece ser Leia (Carrie Fisher) e a consequente resposta de Rey: “Eu não sou ninguém”. Pode ser querer especular demais, todavia essa parece ser uma típica resposta de alguém que tem propensão a se tornar uma Jedi, o que mais para frente no trailer parece se comprovar.

Na cena seguinte, uma nave aparece sumindo ao longe e Rey olha com um semblante sonhador, o mesmo que Luke Skywalker tinha em Uma Nova Esperança ao almejar mais, querendo sair daquele planeta esquecido que, no seu caso, era Tatooine e poder ter um destino de maior grandeza. Sempre embalado em uma trilha pontual, que prende a atenção do espectador, têm-se um vislumbre das tropas da Primeira Ordem (antiga tropa imperial) por uma visão que se assemelha muito a foto clássica do exército nazista alemão em um comício de Hitler, mostrando que J.J Abrams está totalmente capacitado para continuar o legado de Star Wars nos cinemas, bem como a manutenção de suas ricas alegorias.

Logo após, Finn (John Boyega) aparece tirando seu capacete e dizendo que havia sido treinado para fazer apenas uma coisa, mas não tinha uma causa pela qual lutar. Simultaneamente, vê-se uma TIE Fighter caindo em um planeta que parece ser Jakku e Finn completamente desorientado olhando para um vilarejo que parece ser o mesmo em que Rey está no início do trailer. Aqui, é provável que Finn e Rey se encontrem e tenham de fugir das tropas da Primeira Ordem, porém a grande pergunta é o por que os remanescentes do império irão atacar Jakku ou perseguir Finn e Rey? Ainda isso não está claro.

Mudando de foco, o trailer passa a mostrar o interior de um Destroyer em atividade com um forte raio vermelho sendo lançado e ouve-se a voz de Kylo Ren (Adam Driver); Nada pode nos deter. Vou terminar o que você começou. ” Com uma voz marcante e que possivelmente ficará na memória dos fãs, Kylo fala olhando para o capacete de Darth Vader já totalmente desfigurado, comprovando a teoria de que Kylo Ren é um seguidor e adorador de Vader, sendo de uma ordem de cavaleiros chamados Cavaleiros de Ren, uma espécie de adoradores dos Sith e do extinto Império. Ainda, Kylo Ren aparece torturando Poe Dameron (Oscar Isaac), piloto dos Rebeldes e um dos personagens centrais da trama. 

Agora, tem-se uma das partes do trailer que pode dar margem a algo que ainda não foi dito por muitos. Aparece a destruição total de um local repleto de árvores, o que parece ser fruto de uma máquina de destruição em massa. Aliado a isso, vem a corroborar a fala de Kylo “Vou terminar o que você começou” e o pôster oficial do filme com uma figura esférica atrás dos personagens. Já imaginou o que pode ser? Sim, especula-se que uma nova Estrela da Morte esteja por vir e que diferentemente das anteriores, essa seria mais potente, sendo capaz de destruir mais do que um planeta, como o que foi visto na trilogia original.


Continuando a sequência do trailer, tem-se a aparição da Millenium Falcon fugindo de dois TIE Fighter e meio aos destroços de um Destroyer em Jakku. Paralelamente, Rey diz que há histórias sobre o que aconteceu, ao que, junto de Finn, ouve-se a resposta, bem como a primeira aparição de Han Solo (Harrison Ford) nesse trailer, de que todas elas são verdadeiras. Uma sequência rápida de cenas mostra a Millenium Falcon entrando no hiperespaço, Kylo Ren junto de alguns outros integrantes dos Cavaleiros de Ren, que fazem sua primeira aparição, naves Rebeldes X-Wing voando sobre um lago e diversas cenas de ação entre TIE Fighters e X-Wings, que mostram toda a qualidade de efeitos especiais que prometem levar os fãs a loucura no dia 17 de dezembro, bem como Poe Dameron se preparando para uma luta iminente em uma base rebelde, passando por um Finn que parece tanto extasiado com tudo que vê ao seu redor, quanto determinado.



Voltando para o diálogo entre Rey e Solo que é mostrado sobreposto a essas cenas, Han diz que existe o Lado Negro, os Jedis e termina dizendo que eles são reais. Essa é uma verdadeira homenagem interna que J.J Abrams faz a franquia já estabelecida por George Lucas, considerando o que já ocorreu na saga até então como uma lenda, que alguns acreditam e outros não. Em mais um corte rápido de cenas em que, entre elas há a anticlimática aparição de Luke Skywalker (Mark Hammil): apenas a sua mão metálica sobre R2-D2, quase que comprovando que ele estará, por algum motivo ainda desconhecido, em reclusão.

Nessa pequena parte há margem para diversas teorias sobre essa possível reclusão de Luke, uma delas, e a mais interessante, é que Luke tenha tido um filho nesse meio tempo – entre o episódio VI e o VI que tem um hiato tanto ficcional, quanto rela de quase 30 anos- que seria Kylo Ren. Ele teria sido treinado por Luke para ser um Jedi, contudo acabou se tornando um adorador dos ideais de Vader e passou para o Lado Negro da Força, fazendo com que Luke tenha desistido de ser um Jedi e ter se excluído do convívio entre outras pessoas e do conflito entre os Rebeldes e a Primeira Ordem. Contudo, algo o faria voltar. Será que seria o despertar da força em alguém?

Voltando ao trailer, há a breve aparição da Capitã Phasma (Gwendoline Christie) e de Kylo empunhando seu sabre, para logo após aparecer a cena mais importante de todo o trailer: Rey aparece chorando ao lado de um corpo inerte a sua frente. Quem será? Em um chute educado, devido a algumas informações, acredito que possa ser Chewbacca, como muitos têm especulado nos fóruns de discussão


Há uma cena em que Chewbacca (Peter Mayhew), Finn e Solo parecem ter se rendido, mas são surpreendidos por algo que não é mostrado, Poe Dameron em um X-Wing no meio de um confronto colossal entre Rebeldes e Imperiais e tudo com a voz de Leia dizendo: “A Força está chamando você. ” Possivelmente uma continuação de seu diálogo inicial com Rey no início do trailer, comprovando o que Kathleen Kennedy, presidente da LucasFilm, de que uma personagem feminina teria um papel de extrema relevância na trama dessa nova trilogia.

Pela primeira vez, Leia aparece ao lado de Han Solo sendo abraçada e consolada por ele, por motivos ainda ocultos, e que talvez descarte a especulação de que eles estariam separados após os acontecimentos de um outro rumor que dizia que Kylo e Rey seriam filhos do casal, que após uma precipitada fuga de um ataque do que sobrou do Império Galáctico, teriam perdido eles e cada um de seus filhos tomou um rumo diferente: Kylo foi acolhido por uma ordem chamada Cavaleiros de Ren por ter a Força bem desenvolvida em si e Rey foi parar em um planeta remoto, Jakku. Com esse desastre, Solo e Leia teriam se separado, sendo por isso que Solo e a princesa tenham aparecido tão pouco juntos nas últimas imagens liberadas. Realmente acho uma teoria interessante, todavia improvável.

Ao final do trailer, a uma cena especialmente incrível (mais uma entre tantas outras) com Finn empunhando o que parece ser o antigo sabre de Luke Skywalker, com real temor e pouca destreza, parecendo realmente que o Despertar da Força não será nele, e Kylo Ren, agora sem sua máscara usual, caminha em direção ao herói e empunha seu sabre peculiar. De fato, essa cena é curta, porém já mostra lapsos de que interessantes coreografias de lutas estarão presentes nesse filme que mesmo antes de estrear já é revolucionário. Na última fala do trailer, Leia encerra seu possível diálogo com Rey com: Apenas deixe despertar [a Força]”, para depois aparecer Star Wars O Despertar da Força em suas letras clássicas e deixar os fãs ainda mais ansiosos com o que está por vir em 17 de dezembro.


Não deixe de comentar suas análises, críticas e teorias nos comentários abaixo para podermos debater. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário